Informativo CZAA

Claudio Zalaf, presidente do Conseg, fala sobre a relação entre a comunidade e a polícia.

09/12/2015 09h46

O Conselho de Segurança – Conseg é uma entidade de apoio à polícia estadual nas relações comunitárias e claudio zalafvinculadas por adesão às diretrizes da Secretaria de Segurança Pública (SSP). O objetivo é servir de elo entre a sociedade e as polícias Civil e Militar, por isso se reúne regularmente para discutir, planejar, analisar e acompanhar os problemas que chegam ao conselho. Limeira tem dois consegs, o central é presidido pelo advogado Claudio Zalaf e abrange as áreas do 2º e 3º Distrito Policial. O trabalho da diretoria e membros é voluntário: “Além de ser gratificante, aumenta nossa contribuição social, ajudando toda a comunidade”, comenta o presidente. Para Zalaf, o conselho conta com a colaboração e ajuda do cidadão e poderes públicos para solucionar problemas relacionados à segurança da população. As pessoas muitas vezes fazem suas reclamações, pedidos e sugestões e não são atendidas.

Imagem25Através do Conseg, essas reivindicações são encaminhadas às autoridades responsáveis. As principais queixas são referentes a podas de árvores, iluminação de ruas públicas, movimentos estranhos e perturbação de sossego. “Nosso trabalho é atuar como uma ouvidoria. Nós colaboramos com as autoridades e ajudamos a construir uma cidade melhor”, ressalta Zalaf.

O Conseg Central se reúne sempre na última sexta-feira do mês, em vários locais, como escolas, igrejas e associações. Nestes encontros, é obrigatória a presença das polícias como membros natos. Também participam vários representantes de associações, prefeitura, entidades, escolas, universidades e órgãos como conselho tutelar, Ceprosom e vigilância sanitária. Segundo Zalaf, a área que Imagem26
mais preocupa o Conseg Central é a região da Unicamp, com grande incidência de roubos de aparelhos celulares e notebooks. “Há ainda um conflito entre os moradores antigos e as repúblicas que promovem festas e que resultam no desassossego da comunidade. Casos como este são levados a nós”. O presidente conta que todo início de ano promove palestras junto aos estudantes que estão chegando na cidade abordando conduta, comportamento e dicas para uma boa convivência.

Fonte: www.alolimeira.com.br,13ª edição.

Veja todas as notícias